Chamada de candidaturas: Consultoria sobre Violência contra pessoas trans baseada na Ideologia de Gênero no Brasil

Prazo para envio das inscrições:21 de junho 2020
Cargo:Consultoria (extensão máxima: 2 meses)
Título:Violência contra pessoas trans baseada na ideologia de gênero no Brasil
Data de início:30 de junho 2020
Línguas requeridas:Fluência em português e espanhol; preferência para candidatos com fluência adicional em inglês

Introdução

Em todo o mundo, pessoas trans e de gênero diverso enfrentam ataques organizados contra nossos direitos humanos com base na chamada “ideologia de gênero”. Os ataques geralmente vêm de três frentes diferentes: atores de extrema direita, grupos religiosos e grupos de feministas radicais. Em todos os casos, os ataques são direcionados ao acesso de pessoas trans e de gênero diverso ao reconhecimento legal de gênero, ao acompanhamento médico de afirmação de gênero e ao acompanhamento médico sexual e reprodutivo; também promovem a conversão e outras terapias “reparativas” para “curar” pessoas trans e de gênero diverso de nossas identidades e expressões de gênero, e defendem ativamente a exclusão de pessoas trans e de gênero diverso da vida institucional e social.

Objetivos

O objetivo principal desta consultoria é produzir uma contribuição significativa a organização trans e de gênero diverso, a fim de aumentar o conhecimento crítico sobre como a “ideologia de gênero” é usada para atacar pessoas trans e de gênero diverso e seus direitos humanos na América Latina; fortalecer a capacidade de ativistas trans e de gênero diverso para se organizarem com sucesso e participar de maneira significativa em coligações mais amplas contra ataques baseados na “ideologia de gênero”; expandir a mobilização política trans e de gênero diverso na despatologização legal.

Alcance do trabalho

  • Produzir um mapa dos principais processos (por exemplo, reforma legal, eleições governamentais) e atores (por exemplo, mídia, partidos políticos, grupos religiosos, instituições oficiais etc.) envolvidos na violência com base em ideologia de gênero contra pessoas trans e de gênero diverso no Brasil.
  • Identificar e interagir com as principais partes interessadas na resposta trans e de gênero diverso à violência baseada na ideologia de gênero contra pessoas trans e de gênero diverso no Brasil.
  • Identificar e interagir com os principais aliados na resposta trans e de gênero diverso à violência baseada na ideologia de gênero contra pessoas trans e de gênero diverso no Brasil.
  • Produzir um relatório em português destacando as principais conclusões e recomendações.
  • Desenhar e realizar um webinar para compartilhar as principais conclusões e recomendações.
  • Participar dos processos de planejamento estratégico da GATE sobre questões de ideologia de gênero, incluindo comunicações, captação de recursos e atividades adicionais.

Requisitos

  • Conhecimento especializado de processos, instituições e movimentos latino-americanos.
  • Familiaridade com temática trans e de gênero diverso no Brasil.
  • Familiaridade com a estrutura da ideologia de gênero.
  • Sólidas habilidades analíticas.
  • Acompanhamento comprovado do trabalho sob estrita confidencialidade e medidas de segurança digital.
  • Fluência em português e espanhol; preferência para candidatos com fluência adicional em inglês.

Requerimentos

Enviar as seguintes informações para o e-mail listado abaixo até 21 de junho 2020:

Email: applications@gate.ngo
Assunto: Candidatura IGB

  • Currículo.
  • Breve descrição da abordagem do projeto, incluindo seleção geopolítica (por exemplo, região inteira ou países específicos) e sua justificativa.
  • Compensação esperada.

Sobre a GATE

A GATE é uma organização internacional que trabalha com temáticas de identidade de gênero, expressão de gênero e diversidade corporal, incluindo características sexuais.  A missão da GATE é trabalhar internacionalmente na identidade de gênero, expressão de gênero e temáticas corporais defendendo os direitos humanos, disponibilizando conhecimento crítico e apoiando a organização política em todo o mundo. A GATE imagina um mundo livre de violações dos direitos humanos baseadas na identidade de gênero, a expressão de gênero e a diversidade corporal, e transformado pela inclusão crítica daqueles historicamente marginalizades por esses motivos. Contribuiremos para a construção de movimentos políticos poderosos, especializados e com bons recursos, capazes de participar de maneira significativa nos processos globais e transformar o cenário da justiça socioeconômica em todo o mundo.

Incentivamos às pessoas trans, de gênero diverso e intersexo a se inscreverem!

Chamada de candidaturas: Consultoria sobre Violência contra pessoas trans baseada na Ideologia de Gênero no Brasil
Scroll hacia arriba